quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Certeza

Certeza

De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando...
A certeza de que precisamos continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...

Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo...
Da queda um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro...

Poema do poeta mineiro Fernando Sabino, no livro Encontro Marcado, escrito em 1956.

Nenhum comentário: